3 dicas para encarar melhor as FALHAS!

Me conta, quantas vezes você já tentou algo e falhou?
Pode me contar, sem receio -levanta a mão aí- e acredite que você não está sozinha nessa. Eu sou o exemplo vivo de tantas coisas que já tentei e falhei. Várias e várias vezes, me sinto muito qualificada para poder compartilhar sobre falhas. Vem comigo e vamos juntas!

Falhar não é um problema, demorei um tempo para descobrir isso. Toda falha era uma derrota terrível e eu me matava por dentro e evitava olhar novamente para a falha e logo de cara já desistia do projeto ou sonho. Era uma falha ou outra mas com uma sensação total de derrota. Vergonha de seguir em frente. Você já se sentiu assim? Eu te entendo e vou te contar três dicas valiosas que fez tudo mudar em relação ao verbo “falhar”.

# 1 – Dê a si mesma uma outra chance

Toda vez que você for para o campo de batalha com uma ação e falhar. Não se ligue muito no negativo da coisa. Dá um reset e vai de novo. Nada na vida é perfeito, tudo é prática e repetição. A gente tem a terrível mania de começar querendo perfeição, isso -definitivamente- não acontece. Mas é sim preciso começar. E quanto mais você pratica e repete melhor a coisa vai ficando. É isso -repetir e praticar-. E toda vez que você repetir você tem que assumir o compromisso de ser melhor a cada passo, cada repetição. Não se cobre muito, principalmente no começo!
Vamos supor que você tem um blog e escreve um texto que atinge 500 pessoas, 450 pessoas elogiam seu texto, acham maravilhoso. Em contrapartida 50 pessoas não acham tão bom. Me conta aqui, é ou não é verdade que você vai focar nessas 50 pessoas? E quando você foca nessa minoria, quando você foca no negativo, você perde a alegria de fazer o que quer fazer. Buscar a perfeição comparando com seu progresso vai te roubar alegria e energia. E o mais legal de começar alguma coisa é se divertir aprendendo, é solucionar o que deu errado e não problematizar mais ainda. Portanto dê a si mesma o presente de fazer de novo e repita que dessa vez será melhor do que a anterior.

# 2 – Mantenha o Controle

Manter o controle é uma das coisas mais legais, acredite em mim! Você falhou, ok! (#quemnunca) Mas o que aconteceu? O que deu errado? Examine, anote e se for preciso mude a rota. Se for mais preciso ainda dê um passo para trás e não esqueça perder a batalha não é perder a guerra.
Examine o que deu errado. Examine como você se sente, qual a sua comunicação interna. Se um amigo seu falhasse provavelmente você seria doce e gentil tentando dar um força e recuperando a autoestima dele. Por que não faz isso com você mesma. Seja gentil na sua caminhada e principalmente com suas falhas. Anote tudo e siga em frente realinhando o que não deu certo.

#3 – Reconheça o que te fez falhar e não olhe para trás

Falhou! O poder não está exatamente naquilo que te fez falhar. Portanto não se lamente, não se entregue e não saia espalhando pro mundo que a falha aconteceu porque o mundo é totalmente injusto. Depois de ver cuidadosamente o que deu errado, levanta essa cabeça e siga em frente. Ficar remoendo o que poderia ter sido diferente além de te deixar para baixo vai te roubar uma energia preciosa. Energia essa que você deve preservar para recomeçar.
Concentre-se em pensar em como você vai fazer para agir diferente, para ser melhor do que antes. É aí que você encontra o poder.
Todos gostam de pessoas que se concentram e se comprometem em se recuperar, em agir melhor a cada dia.
Portanto escolha com muita sabedoria como e onde você gasta seu tempo, sua energia e sua sabedoria. Isso faz toda a diferença para seguir em frente!

Estou querendo saber qual foi seu momento ruim depois de uma falha.
Onde você costuma falhar? Qual seu maior medo que te impede de agir?

Foi muito bom estar aqui 🙂

Te vejo em breve!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *